sábado, 16 de julho de 2016

Papercraft Painel Decorativo Mjolnir


Mjolnir

Mjölnir ( /ˈmjɒlnɪər/ ou /ˈmjɒlnər/ MIOL-n(i)er; também Mjǫlnir, Mjollnir, Mjölner, Mjølner, Mjølnir ou Mjølne; em português: aquilo que esmaga; pronúncia: Miólnir ou Miólnier), na mitologia nórdica, é o martelo do deus Thor, um deus filho do principal deus nórdico Odin (pai de todos) associado com o trovão naquele sistema mitológico
Talhado de forma bem característica, o instrumento é representado como uma das armas mais temíveis, capaz de aplainar montanhas. Embora geralmente reconhecido e ilustrado como um martelo, Mjölnir é algumas vezes mencionado como um machado ou um porrete.[4] No século XIII, no Edda em Prosa, Snorri Sturluson relata que os Svartálfar Sindri e Brokk produziram o mjölnir por ordem de Loki. Ele teria sido criado pelos filhos de Ivaldi numa aposta contra o deus Loki.

O Edda em Prosa dá um sumário das qualidades especiais do mjölnir quando Thor o usa:

... seria possível atacar tão firmemente como ele desejasse, qualquer que fosse sua finalidade, e o martelo nunca falharia, e se ele o arremessasse contra algo, ele nunca falharia o alvo e nunca voaria para além do alcance de sua mão, e quando ele quisesse, se tornaria tão pequeno que poderia ser carregado dentro de sua túnica.[4]

Na mitologia nórdica, os trovões seriam Thor usando seu martelo (sendo esse o motivo de ele ser chamado de deus do trovão).

O mjölnir é tão pesado que só Thor, com sua força gigantesca e usando o cinto (megingjard), é capaz de empunhá-lo. O martelo também é o símbolo da força para os nórdicos, e se acredita que quem carrega um consigo terá força e boa sorte. Por isso, era de costume entre os atiradores de martelos levar um pingente na forma de mjölnir para as competições e batalhas, acreditando que Thor iria ajudá-los.

Tamanho: 30cm
Quantidade de Folhas: 12

Adaptação e Unfold: Rafa Cunha



0 comentários: