quinta-feira, 14 de maio de 2020

Batman


Tamanho:70 cm

Quantidade de Folhas:28

Edição:Rafa Cunha


                                          



                                                           
                                                                             
Mercado Pago

Batman é um personagem fictício, um super-herói da banda desenhada americana publicada pela DC Comics. Foi criado pelo escritor Bill Finger e pelo artista Bob Kane, e apareceu pela primeira vez na revista Detective Comics #27 (Maio de 1939). Originalmente com o nome "o Bat-Man", o personagem também é conhecido por vários epítetos como "o Cruzado de Capa" (The Caped Crusader), "o Cavaleiro das Trevas" (The Dark Knight), e "o Maior Detective do Mundo" ( The World's Greatest Detective).[7]

A identidade secreta de Batman é Bruce Wayne, um bilionário americano, playboy, magnata de negócios, filantropo e dono da corporação Wayne Enterprises. Depois de testemunhar o assassinato dos seus pais enquanto criança, Wayne jurou vingança contra os criminosos, um juramento moderado por um sentido de justiça. Wayne treina então a si próprio, tanto física como intelectualmente, e cria uma persona inspirada no morcego para combater o crime: Batman.[8] Batman opera na cidade fictícia de Gotham City, e é ajudado por outros personagens incluindo o seu mordomo Alfred Pennyworth, o comissário da policia Jim Gordon, e outros aliados vigilantes como Robin. Ao contrário da maior parte dos super-heróis, Batman não tem superpoderes; faz uso do seu intelecto de gênio, da sua perícia em artes marciais, da sua destreza física, das habilidades de detective, da ciência e da tecnologia, da sua riqueza, da sua provocação ao medo e intimidação e uma vontade indomável na sua guerra contínua contra o crime. Uma grande variedade de vilões compõem a galeria de inimigos do Batman, incluindo seu arqui-inimigo Coringa.

Batman tornou-se popular assim que foi apresentado, acabando por ganhar a sua própria revista de banda desenhada em 1940, Batman. Enquanto as décadas progrediram, foram surgindo divergências sobre a interpretação do personagem. No final dos anos de 1960 a série de televisão Batman usava uma estética camp, que continuou a ser associada ao personagem durante muitos anos, mesmo depois da série ter acabado. Vários criadores trabalharam no sentido de trazer de novo o personagem de volta às suas raízes sombrias, culminando com The Dark Knight Returns (1986) de Frank Miller, seguido por Batman: The Killing Joke (1988) de Alan Moore e Arkham Asylum: A Serious House on Serious Earth (1989) de Grant Morrison. O sucesso dos filmes Batman da Warner Bros. ajudaram a manter o interesse do público na personagem.[9]


Um ícone cultural americano, Batman já foi licenciado e adaptado para uma grande variedade de media, desde a rádio, à televisão e aos filmes, e aparece em vários artigos de retalho por todo o mundo, como brinquedos e videojogos. O personagem tem intrigado os psiquiatras, com muitos a tentarem entender a sua psique. Em Maio de 2011, o IGN colocou Batman em #2, atrás do Superman, no Top 100 dos "Melhores Heróis de Sempre da Banda Desenhada",[10] tal como a revista Empire na sua lista dos " 50 Melhores Personagens da Banda Desenhada".[11] Batman já foi interpretado tanto no cinema como na televisão por Lewis Wilson, Robert Lowery, Adam West, Kevin Conroy (apenas voz), Michael Keaton, Val Kilmer, George Clooney, Christian Bale, Ben Affleck e futuramente Robert Pattinson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário